terça-feira, 8 de março de 2011

Dia internacional da mulher que está cada vez mais presente no mundo dos negócios.


Diante de um cenário de mudanças tecnológicas, globalização e geração de novas oportunidades no mercado de trabalho, o crescimento do empreeendedorismo feminino se destaca em meio a essas mudanças e inovações. E é isso que esse post, no dia internacional da mulher, pretende demonstrar, os motivos pelos quais as mulheres conseguiram ingressar no mercado de trabalho, ocupando cada vez mais espaços, arriscando com “senso conciliatório” para subir os degraus do organograma empresarial e mostrar, para o mundo, seus verdadeiros talentos e aptidão para os negócios.

Há alguns anos, quando as mulheres ainda lutavam por uma melhor posição social e profissional, sinônimo de sucesso era ser uma secretária do chefe, do executivo ou diretor da empresa, mas hoje em dia as coisas mudaram, pois as mulheres tornaram-se chefes, executivas e empreendedoras, tanto ou mais competentes que os figurões da ala masculina no mundo dos negócios.

Obviamente a luta ainda continua, pois se analisarmos o cenário empreendedor, os homens ainda predominam nas lideranças, embora haja muitos casos de sucesso em empresas comandadas por mulheres, os homens ainda são os comandantes das maiores empresas do mundo e fundadores das mais inovadoras tecnologias, serviços e produtos, mas, mesmo ocupando uma faixa pequena desse cenário, a mudança de posicionamento social das mulheres foi drástica quando analisamos toda a história das sociedades humanas.

Se olharmos para trás, ficamos estarrecidos e emocionados ao ver a profunda mudança ocorrida na vida das mulheres. Desde o princípio da vida, de acordo com a Bíblia, Deus criou primeiramente o homem e em seguida, a mulher. Esta veio para o progresso da espécie e a geração de novas vidas.

Desde a Antiguidade a mulher vem sofrendo discriminações. Na Grécia, elas e os escravos ocupavam a mesma posição social. Na Idade Média, as mulheres passaram a ocupar posições de comando nos negócios familiares e tiveram um papel importante na preservação da cultura. A Idade Média foi palco de uma das maiores perseguições contra a mulher: a "caça as bruxas", quando a Igreja, através do Santo Ofício (Inquisição), liderou o massacre, qualificado como verdadeiro genocídio contra o sexo feminino.

Joana D'arc
Joana D' Arc foi um exemplo dessa época. Embora tenha optado pela guerra e chefiado exércitos buscando salvar a França contra os Ingleses na Guerra dos 100 anos.

Muitos anos se passaram e muita coisa mudou. O desenvolvimento tecnológico e crescimento da industrialização fizeram esta história mudar.

As mulheres estão lutando para conquistar cada vez mais espaços, mesmo que, ao lado dos negócios, do trabalho, tenha que dar conta de outras responsabilidades como a família e os filhos, ai outra coisa que está mudando, já existem famílias onde as mulheres trabalham por ganharem maior salário e os homens ficam em casa cuidando dos filhos e do lar.

Reconhecida pela sua força e ousadia, a mulher batalha pelo que deseja e hoje conquistou seu lugar, fazendo história na sociedade, percorrendo novas posições, rompendo barreiras, preconceitos e obstáculos. Lutando pelo seu espaço, a mulher realizou reivindicações pelo direito do voto, igualdade social, a disputa pelo mercado de trabalho e seus direitos trabalhistas, chegando até a queimar sutiãs em praça pública para mostrar a revolta à condição de inferioridade, sendo considerada uma verdadeira vencedora, símbolo do amor, da vida e da potencialização do trabalho.
.
Protesto simbolizando o movimento feminista.
A presença da mulher no mundo dos negócios aumenta nas pequenas e grandes empresas e nos mais diversos ramos de atividades, do cooperativismo, onde ainda há muito a conquistar, ao setor de franquias. O resultado traduz, além do espírito empreendedor, o espírito de independência da mulher. A maioria quer ter sua renda e estar à frente das decisões, mesmo que, às vezes, tenha de cumprir dupla jornada, no comando de seu negócio e na administração da casa.

A habilidade feminina em ministrar diferentes atividades simultaneamente é um fato. Hoje, esta característica não é usada simplesmente na administração das atividades profissionais e domésticas. Atualmente, as mulheres utilizam seus talentos para enfrentar desafios em diferentes áreas profissionais, principalmente na direção de micro e pequenas empresas.

REDE MULHER EMPREENDEDORA
Uma dica para mulheres que pretendem participar mais do mundo dos negócios, compartilhar idéias e informações profissionais e conhecer outras mulheres com perfil empreendedor, é a rede social Mulher Empreendedora.
Essa rede é uma plataforma de serviços que tem como objetivo unir e apoiar as mulheres empreendedoras de todo país no desenvolvimento do seu negócio.
A Rede Social
A exemplo de muitas das redes sociais existentes , a Rede Mulher Empreendedora  http://www.redemulherempreendedora.com.br/ prioriza a integração, o conhecimento e a troca de informações entre as mulheres empreendedoras de todo Brasil. As participantes se cadastram, publicam um perfil do seu negócio, acessam dicas, notícias importantes, participam de fóruns de discussões.
O Espaço colaborativo
Utilizando um misto do modelo de CoWorking e Incubadoras,  é um espaço de trabalho com toda infraestrutura de um escritório como acesso a internet, estações de trabalho, auditório, salas de reuniões, terraço de convivência, sala de café e almoço. Além disto, conta ainda com ferramentas de apoio ao negócio da mulher como : uma rede de fornecedores  e serviços, além de uma seleção de negócios com ramos diferentes para proporcionar o apoio mútuo.
O público (espaço)
Mulheres empreendedoras de todo Brasil que precisam de um espaço em São Paulo, para trabalhar, realizar reuniões, receber clientes, fazer palestras e promover eventos.
O espaço também está disponível para ser utilizado por empresas ou entidades para realização de palestras, eventos e reuniões.
A motivação:
A busca pela qualidade de vida, pela proximidade dos filhos está movimentando cada dia mais mulheres para a frente do seu próprio negócio.  " É este movimento que a Rede Mulher Empreendedora quer apoiar ", afirmam os sócios.  

0 Comentários:

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More