quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Estudantes inventam serviço para acabar com filas e ganham R$ 100 mil na Campus Party


Um grupo de quatro estudantes do oitavo período de ciência da computação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) pensou em acabar com o problema das filas quando se quer pagar uma conta, por exemplo, e ganhou R$ 100 mil na Campus Party, evento que reuniu apaixonados por tecnologia até o último sábado (22) em São Paulo. O prêmio será pago pela Telefônica, principal patrocinadora da festa.
De Recife, Bruno Inojosa, Danilo Torres, Tiago Canto e Tiago Leite, que têm entre 21 anos e 23 anos de idade, criaram um sistema chamado MobiClub, que se integra ao sistema financeiro dos estabelecimentos. O MobiClub permite aos donos de smartphone se cadastrar no serviço, acessar sua conta, encontrar os estabelecimentos cadastrados e enviar o pagamento de qualquer conta para o próprio cartão de crédito. O valor aparece depois na fatura e o usuário não precisa pegar filas. Outra opção é debitar a quantia na próxima conta telefônica.
A novidade pode agradar quem não tem tempo para enfrentar as grandes filas e é também uma vantagem aos estabelecimentos comerciais que se tornam parceiros e passam a aceitar o serviço, já que todo cliente vai gostar de um lugar que facilite sua vida na hora de pagar.
Tiago Canto disse que valeu a pena se dedicar ao projeto.
- A emoção é muito grande. O grupo se dedicou muito e passou seis meses focado em apresentar esse serviço.
O amigo Danilo Torres contou que todo o prêmio será gasto na melhoria do MobiClub.
- A nossa ideia é justamente revolucionar o modo de pagamento, fazendo tudo pelo celular e acabando com uma das grandes reclamações dos brasileiros que são as enormes filas.

Dinheiro, registro e convites
O prêmio foi disputado entre 15 projetos dos mais de 350 inscritos no concurso Campuseiros Inventam. Durante a Campus Party, os cinco finalistas tiveram de fazer uma apresentação de até 20 minutos para a comissão julgadora, que escolheu o MobiClub como grande campeão. Além dos R$ 100 mil, os estudantes ganharam a ajuda de um mentor para aprimorar a invenção e torná-la viável comercialmente, o registro da patente e um convite para participar de cinco edições da Campus Party, incluindo as passagens aéreas para curtir o evento de tecnologia.
A Campus Party também realizou outra disputa chamada Campuseiros Empreendem como forma de estimular a criatividade e o empreendedorismo entre os participantes.
Na categoria Geral, para projetos de internet e tecnologias diversas, o vencedor foi o grupo que apresentou o Sieve, um recurso para que pequenos e médios comerciantes virtuais acompanhem simultaneamente a disponibilidade e o preço de produtos em qualquer loja na web.
Outra categoria escolheu a melhor ideia para ser usada em aparelhos móveis, como o celular. O vencedor foi o projeto LiveSync, um aplicativo que fornece informações e conteúdo sobre um determinado evento, como programação, palestrantes e localização, em tempo real. O objetivo é ajudar a diminuir os custos de impressão dos folhetos informativos.
O prêmio para os dois primeiros lugares do concurso Campuseiros Empreendem foi um cheque de R$ 5 mil para cada um, além de vagas em seminários sobre empreendedorismo e horas de consultoria com especialistas sobre novos negócios.
Visite a página Oficial do Blog Colunas de Hércules no Facebook | 

0 Comentários:

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More