quinta-feira, 18 de março de 2010

Santander entra na disputa contra Redecard e Cielo (Visanet)

Serviço permite a empresas receber créditos de cartões Visa e MasterCard.

Produto foi lançado em parceria com a gaúcha GetNet.

O Santander Brasil anunciou nesta quinta-feira (18) um serviço unificado de conta corrente que permite a empresas receber créditos de cartões das bandeiras Visa e MasterCard, ingressando em território operado por Redecard e Cielo.

A tecnologia reúne em um mesmo pacote produtos e serviços financeiros oferecidos pelo Santander e os serviços de afiliação e credenciamento de estabelecimentos comerciais para aceitação de cartões de crédito e/ou débito.

O serviço foi lançado em parceria com a empresa gaúcha de processamento de transações eletrônicas de pagamento GetNet, com quem o banco espanhol vinha negociando há meses sobre o produto.

Segundo apresentação do banco sobre o serviço, o objetivo do Santander é ter participação de 10% no volume de transações do mercado brasileiro de cartões em 2012.

Em 2010, segundo estimativas do banco, o mercado brasileiro de cartões, incluindo crédito e débito, vai chegar a 402 milhões de plásticos, um crescimento de 8,9 por cento sobre 2009.
Enquanto isso, o faturamento do setor somará R$ 467 bilhões, ante R$ 385 bilhões em 2009.

Como no Post de 04 de novembro do ano passado"- "Varejistas podem virar credenciadores Visa e Mastercard" - eu escrevi sobre a nova lei que permite os varejistas concorrenrem diretamente com a Redecard e a Cielo, eliminando assim o "monopólio" existente, o Grupo Santander saiu na frente, agora eles pretendem firmar parcerias com os varejistas, começando com aproximadamente 100 lojas e cerca de 250 mil cartões com vantagens do banco santander, sem taxa de anuidade, com opções de parcelamento, descontos na fatura e híbrido, onde o cliente escolherá qual bandeira haverá em seu cartão Visa ou Mastercard.

Eu particularmente gostei na notícias, isso poderá abrir novas portas para minha empresa e também, quem sabe, acabar um pouco com a burocracia imposta pelas garndes que até ontem monopolizavam esse setor de mercado.

Acredito ainda que grandes redes como Pão de Açucar, Wall Mart e Carrefour, devem estar estudando possibilidades de tornarem-se credenciadoras, visto que já possuem um Know How, pois têm o seu cartão fidelidade bem aceito no mercado e gastam muito com comissões pagas às credenciadoras, aproximadamente 2% do faturamento para essas grandes redes varejistas de Hipermercados.


Aguardo seu comentário.


Adriano Pelegrini Monteiro
Equipe BCH - Blog Colunas de Hércules

1 Comentários:

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More