segunda-feira, 22 de março de 2010

Cielo (Ex-Visanet) irá credenciar Mastercard no segundo semestre.


A Cielo (ex-VisaNet) já está fazendo mudanças operacionais para iniciar o credenciamento para a Mastercard a partir de 1º de julho, quando deixará de ser a credenciadora exclusiva da Visa. O presidente da companhia, Rômulo de Mello Dias, lembra que, para operar com uma bandeira do porte da Mastercard, é necessário fazer uma série de modificações nos sistemas. "As credenciadoras que passarem a trabalhar com a Visa vão passar por profundas transformações, e nós também teremos que fazer o mesmo para conseguir capturar as operações da Mastercard", disse hoje, em teleconferência a jornalistas.
Até o final de junho, a Cielo será credenciadora exclusiva da Visa. A partir dessa data, poderá trabalhar com outras bandeiras, da mesma forma que a Visa fica liberada a dar licença para que outras empresas façam o credenciamento dos estabelecimentos comerciais interessados em trabalhar com a bandeira.

Segundo Rômulo, a Cielo irá se tornar uma credenciadora multibandeira, e para isso quer aceitar também os cartões da American Express, bandeiras regionais e de empresas presentes apenas no exterior. Nesse último caso, a ideia é permitir que os estrangeiros portadores desses cartões possam utilizá-los em viagens ao Brasil.

Hoje, a principal concorrente da Cielo é a Redecard, mas outras empresas devem entrar no mercado de credenciamento de cartões. Santander e GetNet anunciaram uma parceria para fazer o credenciamento inicialmente da Mastercard a partir do primeiro semestre de 2010, mas que depois será estendido a outras bandeiras.

Mesmo nesse cenário de maior concorrência, o executivo acredita que a Cielo tem condições de manter a liderança. Hoje, a empresa tem 1,7 milhão de estabelecimentos credenciados; foram 380 mil só em 2009. Para manter os atuais estabelecimentos comerciais e conquistar novos, o executivo aposta que a distribuição física fará a diferença. "A distribuição e a presença física serão fundamentais nesse novo cenário", disse. Para isso, a Cielo pretende contar com a contribuição do Banco do Brasil e Bradesco, que possuem as maiores redes de agências bancárias no Brasil e que são os dois principais controladores da Cielo.

De acordo com o executivo, cerca de 25% dos novos credenciados em 2009 foram conquistados a partir das vendas pela equipe comercial da própria empresa. A maior parte (75%) é proveniente de parcerias com diversos bancos. Para as instituições financeiras, o interesse em fechar esse tipo de acordo é manter em seu caixa os recursos dos cartões de débito e crédito das empresas credenciadas.




Apoio:

0 Comentários:

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More