segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Mitos e fatos sobre o empreendedor brasileiro

É comum se ouvir que empreender no Brasil é difícil. E, pelas condições econômicas, fiscais e sociais, realmente é. No entanto, há no país uma massa de empreendedores que sobreviveram às dificuldades iniciais e já podem ser considerados bem sucedidos. Mas, o que difere estes da imensa maioria, que vê seus negócios quebrarem antes mesmo de completar dois ou três anos?

Foi para identificar essas características que José Dornelas e Caio Cezar decidiram fazer um estudo qualitativo com 399 entrevistas de empreendedores de sucesso, trabalho apresentado nesta quarta-feira, durante o XVI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadora de Empresas.

Identificar o perfil do brasileiro de sucesso não é algo dos mais simples. Hoje, o Brasil é considerado o sétimo país mais empreendedor do mundo, com 20 milhões de pessoas que têm o seu próprio negócio ou planejam tê-lo em breve, segundo dados do GEM (Monitor Global de Empreendedorismo, na sigla em inglês). No entanto, segundo dados do Sebrae, 59% das pequenas e médias empresas quebram nos dois primeiros anos. Mais do que isso, no Brasil, ainda se empreende por necessidade, e não pela identificação da oportunidade.

Neste momento, já é possível identificar um ponto dos bem-sucedidos. Seguindo na contramão da maioria, o empreendedor de sucesso identifica uma oportunidade antes de ingressar no próprio negócio. Segundo dados da pesquisa de Cezar e Dornelas, mais de 80% dos empreendedores de sucesso aproveitaram uma oportunidade para iniciar o seu negócio (clique no gráfico "Oportunidade" ao lado para conferir os dados detalhados). Esta capacidade de ver um novo mercado, somada à rede de relacionamentos ganha uma proporção inusitada.

"A rede de relacionamentos e o surgimento de oportunidades são duas coisas correlatas e de fundamental importância", explicou Cezar. "Paralelamente, não é muito comum a cultura de planejamento constante. Mesmo para o empreendedor de sucesso não há a cultura de que a planificação é o elemento número um para o sucesso."

A surpreendente constatação, que contraria a orientação tradicional de estruturação do negócio, provocou um certo frisson na platéia que assistia à apresentação. Mas o resultado da pesquisa mostra isso com clareza (clique no gráfico "Planejamento" à direita para ver essas informações). Mais de 40% dos entrevistados afirma que seguiu sua intuição ao invés de planejar. Ao mesmo tempo, apenas 10% afirmam planejar constantemente o seu negócio.

Características pessoais

Outro questão interessante é a composição dos fatores que levaram os empreendedores de sucesso a partir para um negócio próprio. Muitos acreditam que a motivação principal está na possibilidade de ganhos maiores, liberdade e sonhos pessoais. Embora esses fatores estejam, sim, presentes entre os apontados nas entrevistas, os principais são mesmo a existência de uma oportunidade (34%) e os contados vindos da rede de relacionamentos (32%). Ou seja, uma decisão mais consciente do que se imagina (clique no gráfico "Fatores de Influência" para ver a lista completa).

Racionalidade que se mostra também em outros pontos. Primeiro porque apesar de se mostrarem afeitos ao risco, os empreendedores de sucesso não se arriscam a captar recursos externos para iniciar o negócio. "Apesar do apetite por riscos, a grande maioria, 70%, prefere começar sua empresa com recursos próprios", esclareceu Cezar. Além disso, a pesquisa apontou também que 70% dos entrevistados possuem, ao menos, Ensino Superior completo (clique no gráfico "Escolaridade" para ver estas informações).

As principais características constatadas na pesquisa foram:

  • -Sabem explorar ao máximo as oportunidades
  • -São determinados e dinâmicos / Persistência
  • -São dedicados / Possuem comprometimento
  • -São otimistas e apaixonados pelo que fazem
  • -São independentes e constroem o próprio destino
  • -São bem relacionados (networking)
  • -Não Planejam /Não Estabelecem metas
  • -Possuem conhecimento / Buscam informações
  • -Assumem riscos calculados

Créditos: Renato Marques, Salvador (BA)

--



VAREJISTA




Acesse o site: http://www.toratora.com.br/ e entre em contato conosco, temos uma oportunidade para melhorar os seus negócios sem necessidade de altos investimentos. Tecnologia e automação que levará a sua loja para a porta de cada novo cliente.


Ou entre em contato através do e-mail: contato@toratora.com.br



5 Comentários:

Responder

Primeiramente: adorei as mudanças do blog! Tá muito bom, parabéns. E, como sempre, com posts bem úteis. Por mais que a temática não pareça fazer parte da minha profissão, os dados cidades são muito válidos. Por exemplo, o as características pessoais são quase que pré-requisitos para qualquer pessoa que procure uma carreira de sucesso.
Bem interessante.
beijos

Filhas da PUC

Responder

Gostei muito deste blog, da matéria. Vim aqui comentar e saio seguidora.

Responder

A temática não é mto na minha area...Mas quem se interessa pelos assuntos o blog apresenta uma abordagem bastante legal.Parabéns mesmo!

Responder

Interressante a temática. Muitos abrem negócios como aventureiros, e acabam se dando mal....Gostei da abordagem

Responder

Realmente isso é um fato. talvez trabalhar para alguém não seja algo que os Brasileiros queiram...
Egoísmo? talvez.
Talvez a idéia de liberdade que quase num temos seja o objetivo.

:)

www.renansparrow.blogspot.com

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More