segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A história da VISA, grandes inovações.

O Blog Colunas de Hércules conta hoje a história dessa empresa fantástica, que mudou os hábitos das pessoas no mundo inteiro.




Origem: Estados Unidos
Lançamento: 1958
Criador: Bank of America
Sede mundial: San Francisco, California
Proprietário da marca: Visa Inc.
Capital aberto: Sim (2008)
Chairman & CEO: Joseph Saunders
Presidente: John Morris
Faturamento: US$ 6.26 bilhões (2008)
Lucro: US$ 804 milhões (2008)
Valor de mercado: US$ 28.9 bilhões (junho/2009)
Valor da marca: US$ 3.33 bilhões (2008)
Cartões emitidos: + 1.7 bilhões
Presença global: + 170 países
Presença no Brasil: Sim
Funcionários: 6.300
Segmento: Financeiro
Principais produtos: Cartões de crédito e débito
Slogan: More people GO with Visa.
Website: http://www.visa.com/

Em qualquer lugar do mundo, é possível comprar de um pãozinho a um avião, pagar taxas públicas, contas, mensalidades, alugar produtos, consultas, sacar dinheiro, gasolina e até recarregar um celular pré-pago. É possível ainda realizar compras no varejo, no atacado, por catálogo, pela Internet e até em feiras livres, comércio ambulante e venda porta a porta, pizzaria e outros serviços delivery. O “dinheiro de plástico” da VISA mudou o hábito de consumo onde quer que o cliente esteja e levou segurança, ganhando assim a fidelidade e se tornando essencial para as nossas vidas. Os cartões de crédito e débito, não somente facilitam a vida dos consumidores, como se transformaram em um símbolo de consumo global.

 A História
A história da VISA é inseparável de uma das mais significantes inovações na forma de pagamento do século 20: o cartão de débito ou crédito.
Tudo começou em 1958, quando o Bank of America lançou o cartão de crédito BankAmericard, nas cores azul, branco e dourada, que seria mais tarde adotadas pela VISA, para os consumidores da cidade de Fresno-CA. A grande inovação era: o portador do cartão tinha a opção de pagar sua dívida a prazo. O êxito foi imediato e o cartão tornou-se o mais conhecido dos Estados Unidos. A partir de 1966, por meio de acordos com bancos que operavam fora do estado da Califórnia, possibilitou a afiliação de estabelecimentos e a emissão de mais cartões. Nesta época o BankAmericard iniciou um rápido crescimento, atingindo quase dois milhões de usuários. Com o crescimento dos cartões de crédito, a maioria dos bancos regionais desistiu de seus programas independentes e somou-se a um dos dois sistemas. Até que, em 9 de julho de 1970, os bancos emissores do BankAmericard começaram uma operação conjunta sob o nome de National BankAmericard Incorporated (NBI), uma empresa independente, precursora da VISA atual. Em 1973, a NBI criou o primeiro sistema de autorização eletrônico, conhecido como BASE I, e um novo centro de processamento de informações foi aberto. Finalmente, comerciantes e usuários conseguiam autorizações rápidas e eficazes em qualquer parte dos Estados Unidos, a qualquer hora do dia. O sistema de autorização eletrônico possibilitou uma expansão fantástica.
Um ano depois, o Bank of America já emitia cartões em 15 países. Ainda em 1974, foi criada a Ibanco, uma empresa multinacional, que englobava os membros do BankAmericard, destinada a administrar o programa de cartões internacionalmente. Entretanto, fora dos Estados Unidos, os bancos de alguns países se recusavam a emitir cartões associados ao Bank of America. Para superar esse obstáculo, foi necessário buscar uma marca universal, livre de associações com entidades bancárias competidoras. Em 1976, em uma convenção bancária realizada em Orlando, na Flórida, o presidente da NBI-Ibanco, Dee Ward Hock, anunciou oficialmente a mudança do nome da empresa. O cartão BankAmericard adotou uma nova imagem com a marca VISA, mantendo suas cores tradicionais - azul, branca e dourada. O nome foi escolhido por ser de fácil pronúncia em qualquer idioma e por não ter nenhuma relação com banco ou sistema financeiros. O NBI transformou-se em VISA USA e o Ibanco mudou para VISA International Service Association. Sob a liderança de Dee Hock e com a atenção voltada para seus bancos e instituições financeiras associadas, a VISA obteve rápida expansão. Com o crescimento do número de transações, um novo sistema tornou-se necessário. Surgiu assim, em 1977, a BASE II, um sistema de intercâmbio que permitiu aos bancos efetuar transações eletronicamente. Um ano depois, o cartão VISA já era o número 1 nos Estados Unidos.
  • 1974 - Introduz a função de débito em seus cartões revolucionando a forma de pagamento. Na década de 80 passaria a ser conhecido como VISA ELECTRON, estando presente na Ásia, América Latina, América Central, África e Europa, emitindo cerca de 400 milhões de cartões anualmente.
  • 1972 - Lançamento de um sistema percussor do VisaNet, possibilitando compreensiva comunicação e processamento de dados com segurança e rapidez. Hoje em dia este sistema é responsável pela afiliação e relacionamento com os estabelecimentos comerciais que aceitam cartões VISA como forma de pagamento; desenvolve e realiza a gestão da plataforma tecnológica de captura e o processamento das transações com os cartões; além de desenvolver e oferecer serviços de monitoramento, captura e processamento de transações eletrônicas para bandeiras particulares e instituições financeiras. O sistema é capaz de realizar mais de 1.100 transações por segundo.
  • 1977 - Lançamento do VISA CLASSIC, o cartão mais popular e conhecido da marca.
  • 1979 - Introdução no mercado do VISA TRAVELER’S CHECK (cheque de viagem).
  • 1980 - Introdução do cartão VISA PREMIERE, que passaria a ser conhecido como VISA GOLD, e se tornaria o cartão de crédito mais conhecido e utilizado do mundo em 1992.
  • 1983 - Baseada na premissa “Any Time, Anywhere” (A qualquer hora, em qualquer lugar), introduz uma rede de caixas automáticos para saques, proporcionando 24 horas por dia de modernidade aos seus consumidores. Primeiramente os caixas automáticos estavam localizados em lugares com grande movimentação de turistas como aeroportos. Não demorou muito para postos de gasolina, lojas de conveniência e outros muitos estabelecimentos também ganharem seus caixas automáticos.
  • 1984 - Introdução do holograma conhecido como DOVE (pomba) em todos os cartões de crédito, geralmente seguido pelos quatro últimos dígitos do número do cartão. O holograma foi introduzido como uma medida de segurança para evitar fraudes e falsificações.
  • 1986 - Inicia parceria com a PLUS ATM aumentando ainda mais sua rede de caixas automáticos. A empresa foi totalmente adquirida pela VISA em 1993.
  • 1995 - Em parceria com a Europay e a Mastercard desenvolveu o sistema de Chip nos cartões de crédito.
  • 1996 - Lançamento do cartão de débito VISA CASH durante as Olimpíada de Atlanta, nos Estados Unidos. Este cartão com chip, que funciona como um porta moedas eletrônico, é utilizado em muitos países do mundo.
  • 1997 - Atinge a impressionante marca de US$ 1 trilhão em transações.
  • 1999 - Conduziu a primeira transação de um cartão de crédito em Euro. Lançamento dos cartões inteligentes com função de crédito e débito.
  • 2000 - Lançamento do VISA BUXX, um cartão pré-pago e recarregável destinado para adolescentes com idade a partir de 13 anos. Os responsáveis pela conta do cartão controlam quanto o jovem pode gastar por meio do valor pré-carregado em seu cartão. Aprendendo na prática como administrar o dinheiro que recebe, o jovem é estimulado desde cedo a desenvolver responsabilidade sobre suas finanças pessoais.
  • 2001 - Lançamento do Verified By VISA, um serviço para aumentar a segurança das compras via Internet, tanto para os compradores quanto para os lojistas virtuais, agregando segurança devido à verificação de mais dados além da senha. Esta verificação é realizada através do banco emissor a partir da solicitação e validação de informações e que devem ser de conhecimento apenas do titular do cartão. Lançamento do VISA GIFT CARD, um cartão presente pré-pago utilizado para presentear pessoas queridas. Uma alternativa prática e moderna,uma solução diferente e original.
  • 2002 - Lançamento do VISA TravelMoney, um cartão pré-pago, recarregável, protegido por senha, que pode ser utilizado em qualquer um dos mais de 890 mil caixas automáticos da rede Visa/Plus espalhados pelo mundo. O cartão pode ser carregado na moeda que os bancos emissores oferecerem e efetuar compras nos mais de 14 milhões de estabelecimentos comerciais da rede VISA. Além disso, é possível sacar o dinheiro na moeda local, facilitando o pagamento de pequenas despesas no país que o turista estiver.
  • 2003 - Lançamento no Brasil do VISA VALE, um cartão de refeição e alimentação, oferecendo aos trabalhadores um serviço de benefícios muito mais prático e seguro.
  • 2004 - O volume de transações com cartão de débito supera as de crédito.
  • 2007 - Lançamento em setembro do VISA PayWave, uma iniciativa global que oferece um conjunto abrangente de ferramentas de tecnologia e aplicativos destinado a permitir o desenvolvimento de produtos e a comercialização de serviços de pagamentos por comunicações móveis.
Evolução Visual
Os cartões de crédito também foram reformulados ao longo dos tempos como podemos ver na imagem abaixo.
-


-
A Campanha Global
No início de 2009, a VISA apresentou sua primeira campanha publicitária global, intitulada “Mais pessoas Vão com Visa” (More people GO with Visa), refletindo sua evolução para uma companhia unificada e global. A nova campanha permitiu que a marca alinhassearketing mundial em torno de um só tema, que destaca a superioridade do valor oferecido pelos produtos da VISA em comparação ao cheque e ao dinheiro — incluindo mais segurança, mais controle e mais conveniência. A campanha está centrada na principal estratégia de crescimento da VISA — migrar os pagamentos realizados por consumidores e empresas em dinheiro e cheque para um método de pagamento eletrônico melhor, ou seja, com cartões VISA.
-
Ao focar no estímulo ao uso dos produtos da VISA ao invés de dinheiro ou cheque, a campanha ajuda a promover o crescimento dos negócios de pagamentos das instituições financeiras clientes da marca. Ao mesmo tempo, oferece a eles a oportunidade de concentrar seus esforços de marketing na diferenciação de seus produtos VISA aos da concorrência e no fortalecimento de seus relacionamentos com os clientes finais. A campanha também apoia os estabelecimentos comerciais parceiros da VISA ao promover a conveniência de usar pagamentos eletrônicos em categorias de comércios-chave.
A campanha é ao mesmo tempo otimista e calcada na realidade de que as pessoas querem viver o momento, mas dentro de suas possibilidades. Reconhece que, mesmo em tempos de incerteza, as pessoas querem seguir adiante, e destaca que a VISA oferece inúmeros produtos de pagamento e ferramentas de educação e gestão financeira esclarecedoras para ajudá-las nesse sentido.
Os Slogans
Life takes visa. (2006)
It's everywhere you want to be. (1985)Visa. Love every day. (Europa)Wherever it takes you, the future takes Visa.
Could be cheap. Could be expensive. Visa. All you need.
Life takes __blank__. Life takes VISA.
All It Takes.
Enjoy life’s opportunities.
Porque a Vida é Agora.
(Brasil)
O Valor
Segundo a consultoria britânica InterBrand, somente a marca VISA está avaliada em US$ 3.33 bilhões, ocupando a posição de número 100 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. A empresa também ocupa a posição de número 394 no ranking da revista FORTUNE 500 (empresas de maior faturamento no mercado americano).
-
A marca no Brasil
No Brasil está presente desde 1971 operando inicialmente com o banco Bradesco. Em 1986 passou a operar juntamente com a Credicard e finalmente em 1986 passou a operar por conta própria.

VAREJISTA
 
Acesse o site: http://www.toratora.com.br/ e entre em contato conosco, temos uma oportunidade para melhorar os seus negócios sem necessidade de altos investimentos. Tecnologia e automação que levará a sua loja para a porta de cada novo cliente.
Ou entre em contato através do e-mail: contato@toratora.com.br
More people GO with Visa. (2009)

2 Comentários:

Responder

Visa,o q 'e a visa? Para muitos uma grande empresa multinacional de muito prestigio e respeito no mercado mundial. Ja para outros uma empresa criada com um unico proposito, de unir todas as nacoes em um povo so,atraves do chip da besta mencionado no livro sagrado,em apocalipse. Por jesus deixou bem claro q todas essas coisas tinham q acontecer. E haverar varios sinais q intercederao a sua volta. Jesus abrevia a sua volta!

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More