domingo, 31 de maio de 2009

O que a Copa do Mundo trará de bom pro Brasil ?

Eu como a maioria dos brasileiros, sou um grande fãn do futebol, corinthiano, e em 2014 a Copa do Mundo será aqui em nosso país.

Então achei interessante em criar uma coluna sobre a Copa, mas claro que com uma visão lucrativa sobre esse que é o maior evento do mundo e movimenta muito capital, meche com todos os setores da economia, gera empregos, grandes construções, inovações, novos produtos, novas parcerias, patrocínios, turistas, reformas publicas, aumento de PIB, etc..


O meu medo é que o Brasil organizará (ou pelo menos tentará organizar) uma Copa do Mundo sem nunca ter conseguido se organizar em áreas sociais básicas!

Quantos turistas o país pode receber?
A expectativa é que em um mês 500 000 turistas – 10% do total que o país recebe em um ano inteiro – acorram às cidades onde acontecerão os jogos. Em 1994, os EUA receberam 400.000 turistas; a França, em 1998, 500.000; o Japão, em 2002, 400.000; e a Alemanha, por conta da sua localização geográfica, bem no centro da Europa, recebeu 2 milhões de turistas. A previsão para 2010 é que 250.000 turistas vão à África do Sul. O campeonato atrairá ainda 15.000 jornalistas, 15.000 voluntários para tarefas diversas e 300 funcionários e convidados da Fifa, cuja lista de exigências ao país organizador inclui jatinhos, limusines e 400 automóveis.

Quanto o país vai gastar para receber o evento?

Calcula-se que o Mundial de Futebol do Brasil consumirá 5 bilhões de dólares, embora as estimativas finais, quando anunciadas, devam prever cifras bem maiores. Foi o que aconteceu nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Inicialmente orçados em 500 milhões de reais, estima-se que tenham consumido 4 bilhões de reais. Poucos países podem fazer como os Estados Unidos, que organizaram uma Copa do Mundo (em 1994) e duas Olimpíadas (em 1984 e 1996) sem um centavo de ajuda do erário. Isso porque toda a infra-estrutura estava pronta. Na Alemanha, o setor público (local ou federal) financiou um terço dos 2 bilhões de dólares gastos nas obras nos estádios.
.
Qual o retorno para o país após o evento?
.
As estimativas sobre número de turistas, geração de empregos e impacto do evento sobre o PIB em geral são exageradas. Levantamentos dão conta de que em 1994 os EUA aumentaram em 1,4% o PIB; em 1998, na França, o PIB cresceu 1,3% a mais; em 2002, a Coréia o elevou em 3,1% enquanto o Japão teve decréscimo de 0,3%; e a Alemanha teve 1,7% a mais no PIB em 2006. Mas antes do Mundial da Alemanha, falou-se na criação de 100.000 empregos. Um estudo feito depois do evento contabilizou apenas metade desse total. A Coréia do Sul esperava 500.000 turistas a mais em 2002. Só apareceram 50% deles.

Espero que se o Brasil não levar essa taça, pelo menos gere tantos empregos e atraia tantos turistas como está previsto pelos organizadores responsáveis

1 Comentários:

Responder

Eu estou acreditando que tudo vai dá certo, até porque o Pan-americano foi um sucesso.

Lindo desejo à vc uma linda tarde, cheia de realizações e alegrias!
Bjoss

Postar um comentário

Um bom blog não se faz pela quantidade e sim qualidade de seus leitores, só comente quando você realmente ler a postagem.

Deixe seu link no final do comentário caso queira me mostrar o seu blog, irei visitar, comentar e se gostar seguirei também.

Siga-me no Twitter: @c_hercules

TOP 10 POSTAGENS MAIS LIDAS

Receba nossos artigos por e-mail:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More